Fomos planejados?

A máquina complexa humana. 
A criação aponta para o Criador: A obviedade da existência de Deus.

Por que  os cientistas ficam tão entusiasmados quando descobrem em uma caverna, ferramentas de pedra junto com ossos?
As ferramentas de pedra mostram sinais de inteligência. Os cientistas reconhecem que essas ferramentas não poderiam ter sido projetadas por si mesmas, mas sim que são produto de capacidade inteligente. Assim, os pesquisadores concluem corretamente que uma criatura inteligente foi responsável pela feitura dessas ferramentas.
De forma semelhante, ninguém pode olhar para a Grande Muralha da China, o edifício do Capitólio em Washington, DC, ou a Ópera de Sydney, na Austrália e concluir que tais estruturas se formaram após explosões em uma fábrica de tijolos. 
Crédito imagem: answersingenesis.org
Ninguém acredita que a cabeça dos presidentes no Monte Rushmore foram produto de milhões de anos de erosão. Podemos reconhecer o projeto evidência do trabalho de uma obra de inteligencia.

Crédito imagem: mikelevin.com/

Vemos objetos feitos pelo homem a nossa volta, carros, aviões, computadores, aparelhos de som, casas, eletrodomésticos, e assim por diante. E, no entanto, em nenhum momento alguém poderia sugerir que tais objetos eram apenas produtos do acaso. Projetos estão em toda parte, nunca passará por nossa mente que o metal, por si só, acabaria por formar motores, transmissões, rodas e todas as outras partes complexas necessárias para produzir um automóvel.
Esse "argumento do Projetista" é freqüentemente associado com o nome de William Paley, um clérigo anglicano que escreveu sobre este tema no final do século XVIII. Ele é especialmente lembrado por seu exemplo do relógio e do relojoeiro. 
Crédito imagem: 123rf.com
Ao discutir uma comparação entre uma pedra e um relógio, ele concluiu que  o relógio requer um projetista, que deve ter existido, em algum momento e em algum lugar,tem de ter existido um artífice ou artífices, que o fez com o propósito para o qual descobrimos que ele realmente responde; que compreendia a construção do relógio e projetou o seu uso.2
Paley, portanto, acreditava que, assim como o relógio implicava em um relojoeiro, também, a concepção dos seres vivos implica em um Designer. Embora ele acreditava em um Deus que criou todas as coisas, o seu Deus era um Designer Mestre, que está agora à distância de sua criação, não o Deus pessoal da Bíblia.3
Hoje, no entanto, uma grande parte da população, incluindo muitos cientistas, acreditam que todas as plantas e criaturas, incluindo os projetistas inteligentes que fazem relógios, carros, etc, são produto de um processo evolutivo, não de um Deus Criador.Mas esta não é uma posição defensável, como veremos.

 Coisas que vivem mostram evidências de Design!


Crédito imagem:  rudi_valtiner
Créditos: rudi_valtinerO falecido Isaac Asimov, um fervoroso anti-criacionista, declarou: "O homem tem um cérebro de pouco mais de um quilo que, até onde sabemos , é o arranjo mais complexo e ordenado de matéria do Universo" 5 É muito mais complexo do que o computador mais complicado já construído. 
Os cientistas que rejeitam o conceito de um Deus Criador concordam que todos os seres vivos apresentam evidência de projeto. Em essência, eles aceitam o argumento do desígnio de Paley, mas não Designer de Paley. Por exemplo, o Dr. Michael Denton, um médico não-cristão e cientista médico com doutorado em biologia molecular, conclui:
É a universalidade absoluta da perfeição, o fato de que em todos os lugares que olhemos, em qualquer profundidade que olhemos, encontramos uma elegância e ingenuidade de uma qualidade absolutamente transcendente, que assim mitiga contra a idéia de acaso. 
Novos artefatos mais avançados  quando comparados com nível de ingenuidade e de complexidade revelados pelo mecanismo molecular da vida, parecem desajeitados. 
 Nós nos sentimos humildes, como o homem neolítico se sentiria diante da tecnologia do século 20.. Seria uma ilusão pensar que hoje , temos conhecimento de algo mais que um fração de toda a extensão do projeto biológico. Em praticamente todos os campos da pesquisa biológica fundamental são revelados níveis de projetos e de complexidade cada vez maiores a uma velocidade cada vez maior. 6
Crédito imagem: Mikael Häggström 
 Imagem crédito: Mikael HäggströmDr. Richard Dawkins, detentor da Charles Simonyi Chair of Public Understanding of Science,da Universidade de Oxford, tornou-se um dos principais porta-vozes mundiais dos Evolucionistas. Sua fama veio como o resultado da publicação de livros, incluindo O Relojoeiro Cego, que defende a teoria evolucionista moderna para refutar de uma vez por todas a noção de um Deus Criador. Ele disse: "Temos visto que os seres vivos são muito improváveis ​​e muito belamente" projetados para "ter vindo à existência por acaso." 7
Não há dúvida de que mesmo o ateu mais ardente admite que o design é evidente nos animais e plantas que habitam nosso planeta. Se Dawkins rejeita o "acaso" no projeto, o que ele colocou no lugar do "acaso" se ele não aceita um Deus Criador?

  Organismos biológicos são diferentes e por isso se organizaram?


A  ideia da Evolução, tanto química, quanto biológica, não possui respaldo cientifico, não há evidencias sérias de que o tempo e o aleatório criou estruturas altamente complexas.

As evidencias observáveis no nosso mundo mostram exatamente o contrário das afirmações céticas, veja, temos exemplos ao nosso redor que coisas menos complexas são criadas, por exemplo, um computador (tudo é química, você, o que você come, o computador que você usa...), imagina então uma célula, que é infinitamente mais complexa que qualquer complexidade que vemos ser produzidas, é evidente que nós, enquanto máquinas biológicas com sistemas mecânicos, elétricos e transmissores fantásticos, somos produtos de uma inteligência e de uma capacidade lógica e de abstração muito maior que a nossa.


Existe uma forte resistência em assumir que na verdade não há explicação cientifica, se o surgimento da vida  e das espécies não foram espontâneos é porque foram criados. Com essa resistência,  idéias pseudocientíficas são colocadas como as "melhores" explicações (o que pode ser traduzido como desespero por não ter uma explicação), e alguns, infelizmente as assumem como verdade absoluta (veja diversos artigos no blog sobre a Evolução), afastando-os de uma busca real sobre Deus, que deve ser feita sem preconceito e sem malícia.



Mitocôndrias - Crédito imagem:  LadyofHats
imagem reprodução: http://www.fomosplanejados.com.br/






Imagem reprodução: http://www.fomosplanejados.com.br/

DNA -Crédito imagem: Wikimedia Commons

___________________________________________________


1.Psalm 90:2, 106:48, 147:5 . Notice that only things which have a beginning have to have a cause. See J. Sarfati, If God created the universe, then who created God? TJ 12 (1):20–22, 1998. Back
2 W. Paley, Natural Theology: or Evidences of the Existence and Attributes of the Deity, Collected from the Appearances of Nature , reprinted in 1972 by St. Thomas Press, Houston, Texas, 
3. BackI. Taylor, In the Minds of Men , TFE Publishing, Toronto, Canada, 1991, 121. Back
4. This is the process by which life is supposed to have arisen spontaneously from nonlife. Over long periods of time, different kinds of animals and plants have then supposedly developed as a result of small changes, resulting in an increase in genetic information. For instance, evolutionists propose that fish developed into amphibians, amphibians into reptiles, reptiles evolved into birds and mammals. Man eventually evolved from an ancestor shared with apes. Back
5. I. Asimov, In the game of energy and thermodynamics you can't even break even, Smithsonian , June 1970, 10. Back
6. M. Denton, Evolution: A Theory in Crisis , Adler & Adler Publishers, Bethesda, Maryland, 1986, 32. Back
7. R. Dawkins, The Blind Watchmaker , WW Norton & Co., New York, 1987, 43. Back





IMPRIMIR ARTIGO

Print Friendly and PDF