Os Hebreus eram politeístas e depois monolatristas?


Mitologia egípcia
Crédito imagem:  British Museum


A Bíblia mostra que em alguns momentos, os hebreus se deixaram seduzir pela idolatria a deuses, vários oriundos de nações pagãs, porém, os profetas nunca deram brechas para esse comportamento, foi simplesmente desobediência.

É muito simples perceber que os profetas acreditavam na existência de um único Deus,e não só que eles deveriam cultuar apenas um, basta olhar para Gênesis.

"No princípio criou Deus os céus e a terra"
Gênesis 1:1



O Criador do universo aqui na tradução é chamado de Deus (O Criador tem nomes variados ao longo dos manuscritos, esses nomes carregavam vários atributos), fica claro na narração da Bíblia que só existe um Criador de tudo, portanto não há outro Senhor do Universo, não há nada na Bíblia que dê a entender que há vários criadores (seria algo sem sentido), fica aí óbvio que os outros deuses são produto de construção humana, distorções, assim como o deus bezerro de ouro do êxodo, ou seja, mitologia.

Vamos supor que o mitológico Zeus estivesse na "ativa" hoje, ou seja, com as pessoas idolatrando-o, não é por eu estar comentando desse deus, que ele realmente existe, ele é simplesmente o objeto artificial de idolatria de pessoas.

Como saber então que Deus Cristão também não é um mito?

O que vai fazer  que uma crença mereça credibilidade são seus fundamentos, se são sólidos ou superficiais, aqui tem vários artigos do porque o Deus cristão não é um mito, navegue pelo menu a direita e pelas sugestões de posts.







IMPRIMIR ARTIGO

Print Friendly and PDF