Os hebreus eram henoteístas?

Artefatos religiosos pagãos encontrados em escavações arqueológicas
na região de Tel Motza - Israel.
Não terás outros deuses: A adoração de ídolos é um tema importante no Antigo Testamento, com os israelitas sendo punido várias vezes pelo Senhor por causa de idolatria.

Crédito imagem: Autoridade de Antiguidades de Israel


Os hebreus eram henoteístas?

Henoteísmo (do grego hen theos, "um deus") é termo criado pelo orientalista e estudioso das religiões Max Müller (1823-1900) para designar a crença em um deus único, mesmo aceitando a existência possível de outros deuses.[1] Seu objetivo era estudar comparativamente as religiões orientais e o monoteísmo judaico, islâmico e cristão, contestando a superioridade teológica deste perante outras concepções de divindade. Termos equivalentes a essa ideia são "monoteísmo inclusivo" e "politeísmo monárquico".[2] Nesse sentido, um "deus" pode se referir a uma personificação (entre outras) do Deus supremo, mas também pode-se atribuir a esse Deus o poder de assumir múltiplas personalidades.Wikipedia.

O que existia de fato entre os hebreus era um henoteísmo: eles cultuavam um único Deus (Javé) mas não negavam e nem duvidavam da existência dos outros deuses??



Alguns versículos apontados:

"Então disse Jacó à sua família, e a todos os que com ele estavam: Tirai os deuses estranhos, que há no meio de vós, e purificai-vos, e mudai as vossas vestes."  (Gênesis 35 : 2)

"Então deram a Jacó todos os deuses estranhos, que tinham em suas mãos, e as arrecadas que estavam em suas orelhas; e Jacó os escondeu debaixo do carvalho que está junto a Siquém."  (Gênesis 35 : 4)



"Será, porém, que, se de qualquer modo te esqueceres do SENHOR teu Deus, e se ouvires outros deuses, e os servires, e te inclinares perante eles, hoje eu testifico contra vós que certamente perecereis."  (Deuteronômio 8 : 19)



"Porém a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do SENHOR vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes."  (Deuteronômio 11 : 28)



"E disse o SENHOR a Moisés: Eis que dormirás com teus pais; e este povo se levantará, e prostituir-se-á indo após os deuses estranhos na terra, para cujo meio vai, e me deixará, e anulará a minha aliança que tenho feito com ele."  (Deuteronômio 31 : 16)





RESPOSTA:

A palavra "deus" serve tanto para designar o Deus verdadeiro, quanto o falso deus, objeto da idolatria.

Qual a origem desses deuses estranhos?


"Não fareis outros deuses comigo; deuses de prata ou deuses de ouro não fareis para vós" Exodos: 20:23

"Não te farás deuses de fundição." EX: 34: 17 

"E foram, e serviram a outros deuses, e se inclinaram diante deles; deuses que eles não conheceram, e nenhum dos quais lhes tinha sido dado." Deuteronômio 29:26 

Ou seja, deuses de fundição: deuses criados, deuses que não existem, sem nenhuma conexão real com a humanidade, como podemos ver claramente no versículo acima, de Deuteronômio 29:26.



Só existe um Deus.

Os primeiros livros da Bíblia, assim como a Bíblia toda, decretam que há um único Deus.


Se Deus é o Criador, e só há um Criador, obviamente entende-se que não há outro Deus:


"No princípio criou Deus os céus e a terra." Gênesis 1:1
  


Moisés negou a existência de outros deuses


"A ti te foi mostrado para que soubesses que o SENHOR é Deus; nenhum outro há senão ele." DT :4:35


"Eis que os céus e os céus dos céus são do SENHOR teu Deus, a terra e tudo o que nela há." DT 10:14



Conclusão:

Os hebreus não eram henoteístas, as Escrituras Sagradas desde Moisés (início da Bíblia), deixam claro que existe um Deus único  Quando a palavra "deus" não está associada ao Deus verdadeiro, é uma referencia à crença errada em outros deuses, errada simplesmente porque não há outros deuses, mas um único e  verdadeiro Deus, que é o Criador.





IMPRIMIR ARTIGO

Print Friendly and PDF